Voltar
Publicado por Vinicius Silva

Fundos de risco dos EUA apostam na Petrobrás

Fundos de risco de Wall Street aumentaram as apostas na Petrobrás, em meio aos preços baixos das ações da empresa brasileira, que já caíram mais de 70% desde setembro do ano passado. Apesar das dúvidas, logicamente, em torno dos desdobramentos da Operação Lava Jato, alguns fundos elevaram em mais de 1.000% o volume de ações da companhia em suas carteiras no último trimestre.

De acordo com dados enviados pelos gestores para a Securities and Exchange Commission (SEC), que regula o mercado de capitais nos Estados Unidos, como a CVM aqui no país, dos 20 fundos de hedge que mais investem na Petrobrás, 11 aumentaram posições no último trimestre de 2014, dois reduziram o volume de ações da empresa e o restante manteve as apostas.

Pelas regras dos Estados Unidos, os fundos precisam informar à SEC a cada trimestre como estão suas carteiras no fechamento do período, com a quantidade de ações e as empresas em que investem.

Agora, com a possibilidade de novos rebaixamentos de rating, ameaça de pedidos de antecipação de pagamentos por credores e risco de default, o cenário continua sendo de pessimismo. E os papéis da estatal brasileira devem seguir pressionados.

2012 - 2018 © MEDUNIVERSE - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS